12 novembro, 2009

Arnaldo Jabor

Leiam o que disse Arnaldo Jabor (cineasta, jornalista, escritor, angustiado da vida, verdadeiro diagnosticador das mazelas brasileiras e mundiais, muitas vezes um grande chato brilhante - não convém colocar link para referência em nome dele) em sua coluna do jornal O Globo do último dia 03 de novembro, sobre escrever ou não nos novos veículos e meios de comunicação surgidos na internet como... os blogs:

"Comunicar o quê? Ninguém tem nada a dizer. Olho as opiniões, as discussões 'on line' e só vejo besteira, frases de 140 caracteres para nada dizer. Vivemos a grande invasão dos lugares-comuns, dos uivos de medíocres ecoando asnices para ocultar sua solidão deprimente."

"O que espanta é a velocidade da luz para a lentidão dos pensamentos, uma movimentação 'em rede' para raciocínios lineares."

Chega Jabor! Já tá bom!

Até!

PS: Cuidado (ou alerte os seus amigos, porque quem avisa amigo é) para não ficarem repetindo informações de textos recebidos pela internet, com a virtual assinatura de Jabores, Veríssimos e Shakespeares porque - essa já é até velha - na maioria das vezes não foram eles que as escreveram. E desconsidere de uma vez por todas o e-mail que diz que a AOL está fazendo uma parceria com a Microsoft. Por favor! Ninguém dá nada de graça pra ninguém! Muitos menos din din! Pô! Valeu!

14 outubro, 2009

Sumatra - trip iluminada feita antes dos terremotos

Os amigos fizeram uma viagem de sonhos para o norte da ilha de Sumatra, na Indonésia, algumas dezenas de dias antes dos terremotos que mataram mais de 700 pessoas. Vejam as imagens escolhidas pelo Alexey no You Tube! Valeu, Alex! A galera botou quente! Até!

Viram o programa Profissão Repórter (Caco Barcellos) feito direto de Sumatra? Clique aqui!

Imagem da destruição... (Salamaleico! ou Salam Aleikum!)








07 outubro, 2009

Mais do dia 1º de outubro de 2009 - Itapuca



Imagine os mares dessa época! Imagine a cor da água!
Por que desenvolvimento urbano é igual a destruição?!




















O Catamarã das Barcas SA, depois de passar pelo meio da raia dos velejadores, desafiando as ondas que nesses dias quebram no meio da baía (assoreada! em breve surfaremos lá também! alguns já o fazem!). Dia desses uma onda arrombou a porta da embarcação, de noite. Imagine o pânico... Eu que não pego esse barco em dias como esse! Como sempre avisa um amigo: Mar não tem cabelo!













Até!

01 outubro, 2009

Não te disse?!

Mais um terremoto. Mais de 500 mortos na Indonésia. O que dizer ou fazer daqui?!

Enquanto isso...

Na noite de ontem (4ªf - 30/09), a mãe de uma amiga levou um tiro na cabeça num assalto no "abastado" bairro de Icaraí, Niterói. Bateram com a porta do carro nas mãos dela enquanto ela tentava entregar o carro aos assaltantes. Depois um deles deu dois tiros apontando pra cabeça dela. O segundo tiro passou de raspão. Quando eu soube, ela já estava em casa. O que dizer ou fazer daqui?!

Enquanto isso...

A previsão das ondas mais uma vez funciona e na manhã de hoje, quinta-feira, 1º de outubro, as ondulações entram pela Baía de Guanabara, do lado de cá da poça, em Nikiti, e o point break da Itapuca começou a quebrar. Algo lindo de morrer, no meio do caos. O que dizer ou fazer daqui?! Surfar, né?! Veja algumas imagens! Quentes, exclusivas!

Como um artista disse: "É preciso saber viver!"









Xaropinho vindo lá de fora!



Xaropinho passando por fora da pedra do Peixe Porco.


Visual do pico - Itapuca - Niterói

Por que as pessoas fazem coisas como aterro em praia?! Imagine as ondas seguindo livremente... Mas colocaram ruas, construíram prédios... E o cocô da galera vai todo pro mar.




Enquanto isso... No Saco de São Francisco...

30 setembro, 2009

Mais um terremoto na região das ondas mais perfeitas do mundo






Mais uma imagem da tragédia na Indonésia, pescada da internet.



Ontem, dia 29/09, eu publicava aqui uma foto de Nias, com o intuito de acalentar o meu sonho de surfar essas ondas, horas antes de um terremoto dos mais violentos atingir a região. A vida não é mole.

Lembro de recente ligação telefônica recebida diretamente de Padang, uma das cidades, a capital, da ilha de Sumatra atingidas pelo terremoto, do amigo Glick, que comomorava o início de uma trip e as poucas horas que o separavam das ondas perfeitas de Telos...

Fico pensando e lamentando o sufoco que milhares de pessoas estão passando na região neste momento. As agências de notícias falam em mais de 100 pessoas mortas. E fico imaginando e querendo descobrir alguma relação entre a existência de ondas perfeitas num lugar onde ocorrem tantos terremotos, deslocamentos de placas, tsunamis...

Não consigo. Lamento pela situação que eles estão passando, entre eles muitos surfistas e provavelmente alguns brasileiros; sem esquecer das mazelas que vejo ao sair nas ruas aqui mesmo nos arredores da Praça Mauá, no Rio de Janeiro, onde trabalho (e onde os fenômenos naturais não são tão graves - aqui, no Brasil, a gravidade está na atitude das pessoas, dos políticos de merda, dos empreiteiros, da sede pelo poder e total ausência de comprometimento com o bem comum etc.) ou mesmo próximo da minha casa, na vizinha Niterói, onde a qualidade de vida vai piorando a cada hora.

E, como não poderia deixar de ser, fico pensando em como ficarão as ondas da Indonésia. Pode ser até que melhorem, já que o lugar é abençoado pelo Deus das Bancadas. Mas, de que adianta, ir surfar em um lugar onde o povo está martelado, soterrado, empobrecido... Ao mesmo tempo, somos nós surfistas uma boa parcela dos que levam divisas a esses lugares, além do crowd. E somos nós surfistas que devemos nos conscientizar com as coisas que existem na Indonésia, além das ondas perfeitas. Acho que não podemos apenas ir até lá em busca do prazer que os tubos dão. Há que se ter algum comprometimento com questões que vão além do surfe. Não sei exatamente como, mas sei que deve haver uma forma.

Fica aqui essa reflexão e o desejo de que a população atingida pelo terremoto (que também atingiu o Pacífico, a Samoa etc. e pode ter afetado muitas ondas famosas) se recupere e que milagres aconteçam para que menos pessoas morram e percam tudo que conseguiram acumular na vida.

E aqui na paz da internet nós ainda achamos e vamos continuar achando que temos problemas.

E eu aqui lamentando de nunca ter surfado Nias, ainda com medo de ficar velho e encurvado o bastante para não fazer isso nunca na vida.

Até!

Mais informações:



29 setembro, 2009

The dream...


Alexander Supertramp is alive, in Nias!

P.S.: A previsão se firmou. Itapuca quebrou e fez cabeças. Daqui a pouco deve ter mais...

25 setembro, 2009

Seria uma heresia, mas...




Seria um verdadeiro pecado anunciar aos quatro ventos (ops! 4,5 leitores...) uma informação como essa. Mas, como o tesouro já foi há muito descoberto e usurpado nós não hesitamos a avisamos a quem interessar possa, que, segundo as valiosas informações do Zezão, O ALERTA ESTÁ LIGADO!

Itapuca está prestes a quebrar... e pode ser que durante a semana dê ainda mais!

Aperitivo:




Mais imagens de surfe de Itacoatiara e Itapuca, do amigo Zezão, que sempre dá as dicas! Valeu Zezão!

http://www.youtube.com/user/triangulovideos

Até!

18 setembro, 2009

João Donato na Rádio Nacional do RJ (AM 1.130)


João Donato na Rádio Nacional do Rio de Janeiro

Grande figura da cultura carioca (apesar de ter nascido no Acre) e brasileira, esteve na Rádio Nacional do Rio de Janeiro na quinta-feira, 17/09, para uma apresentação ao vivo, em show produzido por nós!


Perguntamos para o João se a música dele tinha a influência da praia, da água salgada, das areias brancas de Ipanema, do bronze das gatas de então. No que ele respondeu, com a calma e a sabedoria dos grandes, que: Não! "Eu era mais da noite...", disse o Donato. A ideia era, como sempre, puxar a sardinha para o surfe, tentando praticar um pouco do surfe pensado. Mas, não deu. Só deu, e muito, pra curtir aquele piano e ouvir aquelas histórias que deixam todos com um sorriso no rosto enquanto escutam. Salve João Donato!






Nas duas fotos acima, João Donato troca ideias com o velho parceiro, Rubem Confeti. Donato trouxe a boa nova sobre recente regravação da música 'Xangô é de Baê', parceria dos dois junto com Sidney da Conceição, que João vai colocar em um disco, com voz da Joyce, que será lançado em breve no Japão. Salve Rubem Confeti, a enciclopédia viva do samba e da cultura brasileira. Confeti está de segunda a sexta no ar, junto com a cantora Dorina, das 13h às 15h, na Rádio Nacional do Rio de Janeiro (pela net http://www.ebc.com.br/ ou na AM 1.130 no Rio). Gosta da cultura do samba? Então chega junto!

Vejam um pouco desse show na tela mágica do Youtube! Você tube?!







E, o que isso tudo tem a ver com a arte, Real(?!), de andar sobre as águas num pedaço de espuma encapada com fibra de vidro?! Nada, nada...

Até!



08 setembro, 2009

Revista Parafina


Esses dias tive a oportunidade de trocar umas ideias virtuais com o Rodrigo Oliveira, que fez uma visita ao Surfe Pensado e me deu o caminho para conhecer a revista Parafina, que está disponível no mar da internet. Surfe garantido nas ondas da grande rede! Valeu Rodrigo!

Use a Parafina!



31 agosto, 2009

Bruno Santos - prata da casa - sorte a nossa

Não posso deixar de publicar esse vídeo, dica do Goiabada (Julio Adler), de mais um feito extraordinário do nosso Bruninho Santos, aquele camarada gente boa, simpático, tranquilo, que pega tubos como quase ninguém e está fazendo fama ao redor do mundo com o seu talento e disposição e coragem. E, vem lá de Itacoá... Curtam "the last wave" dessa tomada! Que absuuuuuurdo! Dxa!



Até!

24 agosto, 2009

Sumatra - Indonésia

Alexey numa onda de responsa ao norte de Ilha de Sumatra - Indonésia - 2009. Fotos: Pepe Romo


Meus amigos fizeram uma viagem de sonho para o norte da ilha de Sumatra.



Parabéns pela realização de um sonho!





Kristian entocado na Indonésia

Glick se divertindo na perfeição da Sumatra - Indonésia 2009

21 agosto, 2009

Galeria

Lá no fundo: pedra do Costão (canto esquerdo de Itacoá). 1º plano: Lagoa de Piratininga - onde dizem que a área com água já está loteada...

Série Parque da Cidade... Não há como negar que a vista do Rio é uma das boas coisas de Niterói. Um privilégio ver a Cidade "Desespero" Maravilhosa dessa distância...






















Ombros em Itaipú

Itaipú - onde os então "coroas" diziam que nós iriamos parar depois de viver o frenesi de Itacoatiara. Cervejinha gelada na beira do mar, regada com esse pôr-do-sol (com vista para o Rio)











Itacoá... princesinha do mar... devassa de Niterói!







Cais do ICB - São Francisco - Quintal do Edifício Canadá. Já pesquei muita cocoroca aí com o meu corôa, Mr. Ratão, que teve suas cinzas despejadas nessa baía, onde ele já venceu muitas regatas...





Olha a restinga aí! Ela ainda existe em Itacoatiara! Deus proteja as restingas da saga da especulação urbano-imobiliária!





Não é na Bahia não... É lá no Engenho do Mato! Camoma's Club House of Friendship! Com cerveja!